Portugues
Email:   Pass: 
 
Dinocart - Ecommerce System
  Inicío  »   Maceira
 Freguesias  
A-dos-CunhadosCampelosCarmõesCarvoeiraDois PortosFreiriaMaceiraMatacãesMaxialMonte RedondoOuteiro da CabeçaPonte do RolRamalhalRunaSão Pedro da CadeiraSilveiraTorres VedrasTurcifalVentosa
 Lojas / Serviços  
   
Maceira Maceira
(0)
Automóvel e Motos
(0)
Comércio
(0)
Desporto e Lazer
(0)
Ensino e Educação
(3)
Hotelaria e Restauração
(0)
Imobiliário e Construção
(1)
Inst. e Org. Públicos
(0)
Lar, Decoração e Manutenção
(3)
Saúde e Beleza
(1)
Serviços
(0)
Tec. Informação e Comunicação
(0)
Turismo
Brasão
Maceira

População:  1845 habitantes
Área: 8,4km2
Densidade populacional: 220 hab/km2
Actividades económicas: Principais actividades económicas: turismo (alojamento e restauração), pesca; exploração termal e comércio tradicional.
Padroeiro: Nossa Senhora da Conceição
Festas e Romarias: Nossa Senhora da Conceição (15 de Agosto)
Feiras: Mensal (4.º domingo de cada mês)
Património cultural e edificado: Grutas pré-históricas; Igreja Matriz; Capela da Quinta da Maceira; Antigo Hospital de Sangue; Forte de Porto Novo; Termas de Santa Isabel; Piscina de água termal; Fonte dos Frades.
Colectividades: Centro Social Recreativo e Cultural de Maceira.
Gastronomia: Sarrabulho, feijoada, bolo regional de Maceira.

A freguesia da Maceira está localizada a 12 Km de Torres vedras, é a mais recente freguesia do concelho fundada em 1997.Conhecida desde a antiguidade do seu povoamento e pela exploração que aqui é feita das suas águas termais.

É uma freguesia riquíssima em vestígios arqueológicos. Nas grutas da Maceira, foram descobertos um sem número de materiais de várias épocas, desde o Paleolítico até ao Neolítico. Os restos de cerâmica, em princípio fabricados localmente pelos povos primitivos, estavam em grande maioria nestas grutas, que além do valor arqueológico são um ponto de grande atracção turística na freguesia.

O turismo e a exploracão termal são as principais actividades da populacão de Maceira.As duas, de resto, estão relacionadas, já que muitos dos que visitam a freguesia procuram também as suas águas milagrosas. Tudo começou em 1822, quando as propriedades destas águas foram descobertas pela primeira vez. Chien Balbi chamou-lhe, num artigo desse tempo,"Águas Santas do Vimeiro", e foi devido a esse facto que ainda hoje a estância é conhecida no estrangeiro.

Rádio Europa 93.8 FM

Loading